A ignorância de Miguel Sousa Tavares

quinta-feira, 10 de abril de 2008




Miguel Sousa Tavares mostra a sua assustadora ignorância sobre este assunto afirmando que os cães classificados como potencialmente perigosos são "cães de ataque que não têm outra finalidade senão atacar" e que "o chip deles na cabeça é atacar as pessoas". Ora, hoje em dia, a maioria dos cães classificados como potencialmente perigosos têm exactamente a mesma finalidade que outro cão qualquer: serem animais de companhia. E a maioria dos animais classificados como potencialmente perigosos pela legislação vivem harmoniosamente integrados em famílias humanas.

Claro que, para quem está habituado a pensar nos animais como meios para algum fim, esse conceito pode ser difícil de compreender. Mas, voltando aos ditos "cães de ataque", o Pit Bull seria o único que poderia, de alguma forma, ser considerado um "cão de ataque" (o Rottweiler, por exemplo, foi seleccionado para ser um cão de trabalho), mas, mesmo que o Pit Bull tenha predisposição genética para atacar, será apenas para atacar outros cães, nunca para atacar pessoas (pois têm de se deixar manusear durante as lutas).

Miguel Sousa Tavares afirma "Eu nunca conheci um dono de Pit Bull, de Terrier, de Dobberman, de Rottweiler que fosse equilibrado. Nunca. Nunca." É difícil perceber qual a relevância do tipo de companhias e conhecidos de Sousa Tavares para o caso, mas talvez este comentador devesse procurar alargar os seus horizontes antes de fazer generalizações caluniosas e difamatórias, que incentivam o ódio e a discriminação.

Sousa Tavares defende ainda que estes animais são uma arma e não compreende porque motivo não se lhes aplicam as mesmas restrições que para ter uma arma de fogo. Obviamente, comparar uma arma de fogo com um cão é tão válido como comparar uma arma de fogo com um automóvel (sabendo-se que os automóveis estão, de longe, na origem de muitas mais mortes em Portugal do que as armas de fogo). Claro que tanto um carro como um cão podem ser utilizados como uma arma, mas há mil e uma coisas de venda livre que podem ser utilizadas como uma arma (como ferramentas e produtos químicos); é preciso avaliar os animais e os objectos pelo que são e não por aquilo que as pessoas irresponsáveis ou marginais podem fazer com eles.

http://www.pelosanimais.org.pt/

7 Patinhas:

Myllana disse...

É parvo de todo. Não ligues. Já não gostava dele agora então....

BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU SR.MIGUEL....

Rick Fire disse...

Agradecido pela visita e comentário!!
volte sempre!!

ósculos e bons fluidos

Freitas disse...

Miguel Sousa Tavares diz que há cães de guarda, cães pastores, cães de companhia, cães de caça e cães de ataque (seja lá isso o que for).
Eu acrescento: cães que são comentadores de Televisão, ou comentadores de televisão que são cães.

Esse senhor julga-se uma grande autoridade em termos de opinião, mas o facto de dizer mal de tudo e de todos não lhe dá credibilidade nenhuma.

ENES disse...

CONCORDO PLENAMENTE COM O MIGUEL SOUSA TAVARES! E CONCORDO TAMBEM QUANDO ELE DIZ QUE NAO CONHECE NENHUM DONO DESTES CAES QUE SEJA MENTALMENTE ESTAVEL, POIS EU TAMBEM NAO CONHEÇO! CONHEÇO SIM PESSOAS QUE TÊM ESTES CAES E SE JULGAM AS MAIORES POR ISSO!
HA' TANTAS RAÇAS DE CAES, PORQUE QUE TÊM DE ESCOLHER LOGO ESTES QUE JA SABEMOS QUE PODEM VIR A DAR PROBLEMAS? E' APENAS UMA QUESTAO DE ESTATUTO! PURA E SIMPLESMENTE! AH O SENHOR "FREITAS" NAO PRECISA DE INSULTAR AS PESSOAS QUE DISCORDAM DA SUA OPINIAO, PRECISA SIM ESCUTA-LA E CONCORDAR OU NAO!

Carmo Mendonça disse...

Senhor Enes, Não sei com que tipo de pessoas se relaciona, pelos vistos as pessoas das suas relações que têm estes cães, também têm um desiquilibrio.
Então nesse caso senhor Enes, o mal é das pessoas e não dos cães, como aliás em todos os casos. Porque qualquer cão, de qualquer raça e de qualquer tamanho, vai agir segundo a educação que teve!

ENES disse...

caro carmo mendonça, tem toda a razao no que afirmou! mas se assim for, entao todos os caes a que me refiro irao ser desiquilibrados! nao e' assim? se as pessoas que os educam têm um desiquilibrio o animal tambem o ira' ter! o que podera ser perigoso tanto para o dono como para os civis!
logicamente ha muitas excepçoes: sendo estes animais bem educados, puderam vir a ser mais afaveis do que muitos outros caes de raças que nao sao consideradas potencialmente perigosas! cumps

Paul Carvalho disse...

Governar com medo na base das descisoes nunca foi grande política. E esta e mais uma lei que o demonstra. As pessoas estão a ser enganadas com leis que são banais e o serio passa ao lado!! Evita se as questões que realmente nos fazem diferença , educação,saúde, emprego, pensões, falta de investimento etc. Vem nos atirar areia para os olhos com esta. Para uma sociedade equilibrada nem era preciso destas leis fazem parte do civismo, respeito pelo próximo. Sou dono dum Staffie que adoramos e tenho consciência daquilo que tenho em casa mas respeito os outros e faço para que seja respeitado. Não preciso que me digam para o treinar pois sei e compreendo esta situação. Há muito mais com que os nossos governantes preocuparem sem ter de se juntar a leis que obviamente são populares para se fazerem as eleições.