Ainda a SPAD

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Esta semana deparei-me com mais esta imagem chocante no diario de notícias, não se passa num país de terceiro mundo, foi mesmo na nossa terra e na bonita cidade do funchal, um grupo de cães abandonados à fome, esta cadela já não conseguia andar, vencida pela fome e acabou por morrer depois de chegar à SPAD.
Hoje chega-nos mais um pedido de ajuda nas cartas do leitor pela Natália Vieira, não podemos continuar a assistir a tudo isto de braços cruzados, hoje numa visita às instalações para entregar diáros, vi tantos cães bébés e tão lindos que esperam um novo dono, porque não adoptar um cachorrinho?
Há muita coisa que pode ser feita, a SPAD vai iniciar agora uma campanha para castrar animais de rua, resolverá muitos problemas.
Aqui vai a carta da Natália Vieira que informa como podemos ajudar.

Natália Vieira
Colaborar com a SPAD
Data: 23-02-2008
Casos como o da Castanhinha surgem frequentemente na SPAD.
Esta Associação luta diariamente por dar as mínimas condições aos cães abandonados e maltratados por mãos sem escrúpulos.
Somos uma Associação que sobrevive dos sócios e dos donativos, logo, para que possamos continuar esta luta, precisamos de si!
A SPAD está a organizar uma campanha de esterilização gratuita, a longo prazo, de animais vadios e de animais com donos de baixos recursos monetários.
Foi aberta uma conta bancária, própria para este fim, e todo o dinheiro que lá for depositado reverterá a favor deste objectivo.
Além desta conta existe a conta dos donativos normais que é usada para o funcionamento diário desta Associação.
Quem não tenha meios monetários para fazer esterilizações aos seus animais, poderá, após a apresentação de uma prova dos rendimentos, inscrever-se na SPAD.
A SPAD encarregar-se-á de recolher, sempre que o saldo da conta o permitir, animais vadios e de fazer a respectiva esterilização dos mesmos, devolvendo-os posteriormente à rua e à liberdade.
Para isso, e como todos devem calcular, necessitamos do apoio de toda a população em geral, incluindo das nossas Empresas e do Governo Regional.
Após fazerem prova do Depósito bancário na conta, quem assim o desejar, receberá o respectivo recibo do donativo para efeitos fiscais.
A conta disponível para o projecto de esterilizações tem o NIB nº 000700000026598893923-BES.
A conta normal para os donativos tem o NIB nº 000702430087633000291-BES.Estamos também a dar uma hipótese a todos os sócios, com quotas em atraso, a possibilidade de voltarem para a SPAD.
Para isso, resolvemos "perdoar" todas as quotas em atraso de anos anteriores ficando só em pagamento a quota referente ao ano de 2007 e do ano corrente, 2008.
É uma grande oportunidade de todos voltarem a nos apoiar e a fazer parte do dia a dia desta
Associação.Precisamos de si!
Colabore connosco!
Ajude-nos a ajudar!
Os animais são e deverão ser sempre a nossa prioridade!.

5 Patinhas:

Natalie Afonseca disse...

HUm...o caso da castanhinha entriteceu-me!!!! :(

Tanta maldade que vai por ai!
100 palavras.....

...Ah! Há-se durgir! Há-de surgir!! Hehe! :P

Myllana disse...

realmente é lamentável. morrer de fome? sem falar na criatura dócil e fiel que é ter um animal por perto!

Donato P. Vares Macedo disse...

Belo blogue.
Esse caso da "Castanhinha" revela a primitividade que ainda temos. Talvez sejam necessários mais uns 500 anos de re-descoberta da Madeira e re-fundação do Funchal, para que a nossa relação com os (outros) animais evolua.
Habitam 3 cães na minha casa que retirei da rua, um deles já cá está há 13 anos. São três amigos-familiares incondicionais.

BaBy_BoY_sWiM disse...

é com muito prazer que descobro o seu blogue. Devo dizer que deve ser uma luta constante a favor dos nossos "melhores" amigos... Os animais...

O Profeta disse...

Nos umbrais do pensamento
Mora o desejo no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lançando ao vento a emoção

Uma rosa breve guarda a beleza
O amor é orvalho de feliz pranto
O horizonte é o começo do infinito
A chegada de uma onda é alegro canto

Convido-te a sentir o beijo da chuva

Bom fim de semana


Mágico beijo